Postagens

Mostrando postagens de Junho 27, 2010

Cine Café- DOWN BY LAW – Jim Jarmusch e A OUTRA MARGEM - Joel Yamaji

Imagem
Cine Café
Nesta Sexta dia 02/07 o Cine Café traz para o bate papo com o público o técnico na Faculdade de Comunicação e Artes do CEUNSP, diretor de videodocumentários, fotógrafo, pesquisador de Cinema e ex-vice-presidente da Federação Paulista de Cineclubes: Paulo Ernesto Aranha Rodrigues. Filmes: DOWN BY LAW – Jim Jarmusch, EUA, 1986, 107 min. Três desajustados são confinados numa cela da cadeia de Nova Orleans e têm de aprender a conviver juntos apesar das diferenças. Cult-movie e um dos mais importantes filmes do cinema independente americano dos anos 80, “Down by Law” mostra, de uma maneira bem humorada, indivíduos que vivem à margem da sociedade, longe dos ideais do sonho americano. Filme que projetou o cineasta Jim Jarmush como um dos ícones do cinema independente, realizado com recursos mínimos, apresenta no elenco Roberto Benigni, no início de carreira e Tom Waits em interpretações inesquecíveis.
CURTA DE ABERTURA: A OUTRA MARGEM (Sorocaba, 15 min.) Direção: Joel Yamaji, Elenco: …

workshop RE: akt! com Lucas Bambozzi e Paloma Oliveira e com a participação de Janez Janša

Imagem
O workshop RE:akt! desenvolve atividade teóricas e práticas envolvendo performance, artes do corpo e vídeo. RE: akt! significa não apenas "agir novamente", mas "responder a/reagir sobre" e "de acordo com: agir!". A proposta é enfrentar cânones ideológicos e intelectuais, estruturas de poder, políticas e canais de distribuição. Esse workshop busca analisar o papel das mídias em manipular as percepções, criando mitos pós-modernos e uma mitologia contemporânea.Ao longo do workshop os participantes serão convidados a desenvolverem uma apresentação performática conjunta. Esta experimentação colocará em prática o conceito RE:akt! utilizando os processos de análise, desconstrução, reencenação e (re)apresentação de acontecimentos históricos.Sobre os ministrantes:Lucas Bambozzi trabalha em mídias como vídeo, filme, instalação, obras site-specific, performances audiovisuais e projetos interativos. Seus trabalhos já foram mostrados em mais de 40 países. Conduziu ati…

2010 Chicago Underground Film Festival Vencedores

Imagem
Prêmio Chicago:Kent Lambert, Fantasy Suite
Melhor Animação: Everybody, Steve Reinke e Mott Jesse
Melhor Filme Experimental: L'Internationale, Marianna Milhorat
Melhor Curta Documentário: Sincerity: The Character of Ronald Reagan, Chris Royalty Melhor Curta Narrativa: Movie Home, Braden King Prêmio do Público: Scrappers (foto), Kolak Ben, Brian Ashby e Courtney Prokopas Menções Honro: Golden Hour, Robert Todd This Is My Show, Lori Felker
Voice on the Line, Kelly Sears
Júri do festival: Ross Nugent vem de selvas da Western Pennsylvania. Formou-se bacharel em Estudos de Cinema da Universidade de Pittsburgh e estudou cinema e vídeo de produção em Pittsburgh Cineastas, onde começou a trabalhar em meios de exposição em 2003. Ross atuou como Coordenador Exposições de 2005-2008, e se matriculou na Universidade de Wisconsin-Milwaukee perseguir um MFA no Cinema. Ele também é o gerente de programas da União UWM Theatre, o assessor da Faculdade para o Milwaukee Underground Film Festival, e um professo…

Dossiê 12:José Agrippino de Paula o poético mestre das imagens experimentais

Imagem
José Agrippino de Paula(foto) (São Paulo SP 1937-2007), escritor, cineasta, roteirista e dramaturgo, deixou uma marca forte na cultura brasileira. Estreando em 1965 com o romance Lugar Público (foto), é apontado na orelha, por Carlos Heitor Cony, como um novo criador. Nessa época mora no Rio de Janeiro, onde estuda arquitetura. Lá convive com importantes personagens da história da cultura recente, como Caetano Veloso e Rogério Duarte. Cismado com um certo localismo próximo ao CPC e com as manifestações nacionalistas e sacralizadoras, tanto da esquerda como da direita, o artista toma posição peculiar na cultura nacional. Sem moralismos, se interessa pela incipiente cultura de massas e pela vitalidade da cultura popular urbana. Esse estímulo será culturalmente importante para a obra mais comentada: o romance Panamérica. Publicado em 1967, é considerado fundamental por Mário Schenberg. A retirada da hierarquia dos códigos culturais e a apropriação pop de determinados ícones, antecipa alg…

Dossiê 11: A arte e a vida de Paulo Bruscky na poesia visual e no experimentalismo.

Imagem