Cine Café- DOWN BY LAW – Jim Jarmusch e A OUTRA MARGEM - Joel Yamaji

Cine Café
Nesta Sexta dia 02/07 o Cine Café traz para o bate papo com o público o técnico na Faculdade de Comunicação e Artes do CEUNSP, diretor de videodocumentários, fotógrafo, pesquisador de Cinema e ex-vice-presidente da Federação Paulista de Cineclubes: Paulo Ernesto Aranha Rodrigues.
Filmes: DOWN BY LAW – Jim Jarmusch, EUA, 1986, 107 min. Três desajustados são confinados numa cela da cadeia de Nova Orleans e têm de aprender a conviver juntos apesar das diferenças. Cult-movie e um dos mais importantes filmes do cinema independente americano dos anos 80, “Down by Law” mostra, de uma maneira bem humorada, indivíduos que vivem à margem da sociedade, longe dos ideais do sonho americano. Filme que projetou o cineasta Jim Jarmush como um dos ícones do cinema independente, realizado com recursos mínimos, apresenta no elenco Roberto Benigni, no início de carreira e Tom Waits em interpretações inesquecíveis.

CURTA DE ABERTURA: A OUTRA MARGEM (Sorocaba, 15 min.) Direção: Joel Yamaji, Elenco: Carlos Roberto Mantovani, Beth Pin, Quitéria Maria e Renata Soares.A Outra Margem” é um curta metragem rodado no final de 2002 através de uma oficina realizada pela Grande Otelo e com direção de Joel Yamaji, coordenador de pesquisa cinematográfica da USP e diretor dos curtas “Flores para os Mortos”, “Impressões para Clara” e “A Ira”. Trata-se da última peça artística que contou com a participação de Carlos Roberto Mantovani e também a única em que ele aparece atuando como ator num filme. Ele adoeceu no final das gravações e veio a falecer quando ainda faltavam algumas cenas para serem filmadas. Depois de um longo período de espera, o curta finalmente foi editado em 2006 por Marcelo Domingues, que também é o responsável pela direção do fotografia. Na tela, amor e morte dão tom a um drama envolvendo uma pequena família que mora numa região isolada, formada pelo pai (Carlos Roberto Mantovani), a mãe (Beth Pinn) e a filha (Quitéria Maria). Também há uma quarta personagem (Renata Soares) ligada ao passado obscuro do pai, que transita entre a fina linha que distingue o real e o imaginário. Assistência de Direção- Paulo Ernesto Rodrigues, Rodolfo Giacomo e Rodrigo Armênio Mazzucco.

CINE CAFÉ no Oficina Cultural Grande Otelo, Realização: Sesc Sorocaba, Curadoria: Marcelo Domingues, www.amplacine.com/sesc_cafe.php
Gratuito

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entrevista Exclusiva: LUIZ ROSEMBERG FILHO O Pensador do Cinema Brasileiro.

Dossiê 12:José Agrippino de Paula o poético mestre das imagens experimentais