Cinema experimental brasileiro nos anos 20 e 30

Quando se fala de filmes mais experimentais no Brasil ou de tais filmes realizados por diretores brasileiros, pode-se basicamente citar três produções: primeiro, Rien Que Les Heures (1926), filmado em Paris por Alberto Cavalcanti (1897-1982); segundo, São Paulo – Sinfonia da Metrópole (1929), dirigido por Rodolfo Lustig e Alberto Kemeny, um filme obviamente inspirado pela Sinfonia de Berlim de Ruttmann (1927). E, finalmente, podemos citar Limite, filmado em 1930 e exibido pela primeira vez em 1931, dirigido e escrito por Mário Peixoto, que se tornou, ao longo dos anos, um filme cult lendário, o filme de Mário Peixoto deixou sua marca não apenas na história cinematográfica e cultural do Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entrevista Exclusiva: LUIZ ROSEMBERG FILHO O Pensador do Cinema Brasileiro.

Memória 1: Artista concreto Rubem Ludolf (1932 - 2010)